as valas abertas ++ des fossés ouverts ++ open ditches

ÁLVARO SEIÇA

 

defecar&dormir por entre armários comer livros dahcamralchatdaj
as valas abertas em hexágonos, à espera
waiting for us, soldats de l’avenir rerouting dahcamralchatdaj
sim oui yes, as abelhas estão certas tudo o que é útil é inútil
les assiettes sont pas des mouchoirs dahcamralchatdaj
a economia dos objectos les paumes of our wasted
distracts us from writing the epidemic present. dahcamralchatdaj
mais le présent c’est ici=true le présent c’est là=true rerouting
tandis que borges caminha eternal traveler dahcamralchatdaj
and while perec re(a)corda, dentro do livro, dedans le lit
há uma bibliotecária perfeita, sem , cantando dahcamralchatdaj
parisaxaxaxas mlörebenta no metro rerouting
sim oui yes je t’aime ici et toujours. dahcamralchatdaj
ton rebenta nas minhas like waves in the
lábios langue mouth yr moist vagina rerouting dahcamralchatdaj
cada vala aberta contém já um número=false enter dialog
cada livro aberto é já um número=false dahcamralchatdaj
cada livro é um corpo morto, mas aberto, disseste. os livros são como
as valas abertas disseste dahcamralchatdaj
a literatura é uma vala aberta disseste=true rerouting
sim oui yes but the city is happening right now, I say dahcamralchatdaj
can’t wait for tomorrow
pas de distractions poétiques
I say
rerouting le miroir est plein de soucis en spirale. dahcamralchatdaj
effacer la mémoire, pendant la nuit illimité et cyclique se apaga
nothing is divine, only fantasmagorique. rerouting. dahcamralchatdaj
sim oui yes mais la ville is happening right now, I say. dantes dans
les arrondissements à paris os jovens beijavam livros. dahcamralchatdaj
rerouting mas agora now agora now maintenant rerouting
pas de distractions poétiques
rerouting dahcamralchatdaj
1 lâmpada 1 bala 1 músculo 1 ecrã 1 osso 1 sino canhão moeda
nas praças+ínfimas os jovens dançam com fogo&beethoven dahcamralchatdaj
no metro os jovens insultam-se pela pele pela língua pela esmola
1 árabe insulta le blanc le blanc insulta 1 árabedahcamralchatdaj
1 lê kerouac no banco 1 cospe no chão da carruagem others piss
em stalingrad a solução da biblioteca total é clara. dahcamralchatdaj
sair para a plataforma com pleines de sangrerouting
é na desordem que se sabe. tudo está ainda por escrever

 

Álvaro Seiça sonha ser poeta a tempo inteiro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s